terça-feira, janeiro 24, 2006

Uma nova espécie!

Infelizmente descobri um novo tipo de chato.
Quando era puto pensava que iria ser astronauta e descobrir novos mundos, ou no mínimo biólogo e descobrir novas espécies. Nunca pensei que acabasse assim...um explorador de chatos!
Este novo tipo de chato é exasperante. É um chato que copia certos comportamentos da velha. Não todos, apenas os mais chatos.
Ele gosta de contar longas histórias, com todos os pormenores possíveis, como a lista de compras, os lugares e horários, o clima, enfim, tudo!
Quando acaba a história, sou obrigado a perguntar-me: afinal do que é que se tratava? Com tantos pormenores acabei por me perder.
Este chato também tem a mania das doenças e conhece-as e os respectivos medicamentos como ninguém...excepto o médico.
Pode ser confundido com um chato simpático, porque de facto o é, na medida em que partilha de muitas das suas características: monopoliza a conversa; tem dois ou três temas que predominam na sua vida (inteira); e tem péssimo timing.
E finalmente, tal como a velha, pode-se tornar agressivo com algum (não muito) humor sem sentido.

Sem comentários: