terça-feira, janeiro 24, 2006

Olhó e-book! É p'ra menina e p'ro menino oh! oh!

Dentro de cinco a dez anos a literatura vai, finalmente, juntar-se à música e aos filmes. Como? Vai ser (mais ou menos) grátis devido à pirataria e aos novos dispositivos chamados e-books.
Os e-books já existem, mas não têm a autonomia, a ergonomia, nem nada terminado em -ia, que irão ter brevemente.
Dispenso-me de descrever a tecnologia que irá servir de base. Posso dizer é que terão as características mais apetecíveis para este tipo de dispositivo: serão maleáveis, em vários tamanhos, terão cores, uma grande resolução e contraste e muito resistentes (impermeáveis, anti-choque, etc).
Meninas não fiquem todas excitadas e ruborizadas porque ainda estou a descrever o e-book do futuro...
A pirataria de livros, revistas, jornais, etc, já existe, mas o que faz falta é O dispositivo para os ler com conforto. Como se estivessemos a ler the real thing.
Eu estou ansioso para que o e-book apareça.
Tenho que confessar que já tenho uma grande colecção de livros e banda desenhada - tudo cópias dos meus originais, claro!