quarta-feira, novembro 05, 2003

Os chulos do Capitalismo, esses Vermes!!!

Direitos de Autor - concordo!
Preços de venda ao público - discordo!!!
No fundo, do que eu quero falar é de pirataria.
Eu gosto dos CDs originais, bem como dos DVDs, e dos Livros, e das Revistas... eu realmente gosto do material. Mas como é estupidamente caro, eu "puxo" da Net.
Ainda um artigo de luxo ser caro, embora não concorde, percebo porquê.
Acho que os preços praticados deviam ser mais justos. Não sou rico, mas também gosto e tenho direito de usufruir de artigos de luxo. Mas isto não é o mais importante.
O que é realmente importante, tirando já o básico, que é a alimentação, habitação e vestuário (que são problemas diferentes), é a cultura. É o equalizador e instrumento de harmonia de uma sociedade - uma sociedade sem cultura não amadurece! Essa cultura, infelizmente, não é para toda a gente.
Os livros são caros, então se forem Manuais Técnicos, caríssimos; os CD's de música são caros, já para não falar dos bons CD's (Clássica, Jazz, Étnica, etc) esses são caríssimos, apenas para uma elite; Os DVD's, até me dá vontade de rir...mas afinal quantas edições tem um filme: edição standard, especial, expresso, F1...mas que merda é esta??? E ainda por cima começam já caros nas versões normais e depois ninguém os apanha.
Eu adoro Banda Desenhada! Aqui há uns anitos tinha uma colecção que crescia e gostava de crescer. Mas...é impossível comprar BD hoje em dia, é demasiado cara. Eu não falo de um livro por mês, isso é ridículo. Enfim, acho que a única coisa que eu compro, é um livrito ou
outro nos alfarrabistas, e já vais com sorte!!!
Mas não pensem que eu me dei por vencido. Não! Eu agora sou pirata! Mas não daqueles que vendem, não! Dos que consomem. É uma mavilha a Net!
Está lá quase tudo. Finalmente a minha colecção de BD está a ficar mais composta - tenho é que arranjar um monitor de LCD para ler aquilo como deve ser; Livros?? - tudo o que quero e mais alguma coisa; Filmes??? ehehehe - bués; Música? ooooohhhhhhhh
Pois é! Senhores das Distribuidoras e demais Empresas, não comecem a mudar as coisas não.
Há montes de lições que se pode tirar da História e eu não sou Professor...por isso: Aprendei minhas Bestas quadradas!!!

Os chulos do Capitalismo, esses Porcos!!!

Porque é que as minhas contas (luz, água, tv cabo, etc) têm todas como limite de pagamento uns dias antes do fim do mês, às vezes são poucos mas são sempre antes. Acabo por ter que me dirigir à entidade pessoalmente, para pagar, e pago sempre multa.
Isto é, a meu ver, uma técnica muito utilizada hoje em dia para nos sacarem mais dinheiro.
Obviamente que já pedi para me mudarem a data de pagamento:
- impossível, disseram eles. A data corresponde ao contrato que fez connosco.
- Mas - retorqui eu - mudem para o fim do mês que eu pago a diferença.
- Não pode ser. O senhor devia ser mais poupado, o dinheiro é sempre o mesmo. Assim já lhe dava para pagar a tempo.
- hgrrdfkgflgk - fui-me embora
Teoricamente esta pessoa tem razão, o dinheiro é sempre o mesmo, quer eu receba no fim ou no princípio do mês. Mas acontece que as coisas não se passam assim, e quem é da classe média baixa, como eu, sabe que durante o mês acontecem os mais variados imprevistos, e que se tivermos o dinheiro na mão os imprevistos vão-se...
Pois é, pelos vistos estas pessoas que trabalham lá, nessas empresas e instituições, nunca têm imprevistos.
Eu, sinceramente, nunca liguei muito a questões de dinheiro. Sou até um pouco distraído. Portanto, nem faço ideia quanto é que pago de multa e/ou quanto é que já paguei. Não sei qual a magnitude da coisa. Muito menos sei se isto é geral, se acontece com muitas pessoas.
O que eu sei é que me irrita seriamente ser tomado como parvo!!!


Tags
; ; ;

sexta-feira, outubro 10, 2003

Os melgas do costume

Eu sou preguiçoso! E gosto de ser!
Mas das coisas que gosto sou um participante efusivo e curioso sem descanso.
Como da preguiça...sei tudo o que há a saber dessa condição, e participo em vários workshops e cursos, sem descanso...
Agora fora de brincadeiras. Irritam-me, seriamente, as pessoas que me pedem ajuda e informações das coisas mais rídiculas.
Apesar de ser preguiçoso, isso não me impede de aprender e de ser curioso.
Mas o que eu noto, hoje em dia, é que a necessidade de aprender não anda de mãos dadas com a curiosidade nem com o esforço.
Portanto, sou inundado quase todos os dias com as perguntas mais disparatadas (são sempre as mesmas pessoas, mas são insistentes), e que, logo à partida, deixam transparecer uma absoluta falta de investigação prévia, ou seja, de curiosidade para deslindar esse qualquer coisa.
Então, aqui o palhaço é que tem de pensar e de investigar para ajudar o mentecapto do amigo ou conhecido. Bom, se for só conhecido, mando-o dar uma volta e ainda lhe chamo nomes para aprender a não ser estúpido. Mas voltam sempre, essas melgas!!
Com isto tudo, até parece que sou um poço de informação, uma enciclopédia. Não! Sou um gajo igual a qualquer outro. Mediano nuns assuntos e acima da média noutros...e completamente medíocre noutros ainda (mas não são muitos que parece mal).
Dada esta breve informação, retomo o curso do meu racíocinio.
Esta malta que não gosta de aprender, quer tudo feito. São os verdadeiros parasitas desta sociedade.
O cúmulo, mas mesmo o cúmulo, foi um determinado amigo meu chegar ao pé de mim num destes dias e dizer-me assim:
- Olha, ó x, eu até gosto de jogos (de pc) e gosto de te ver a jogar, mas quando me calha ligar o pc p'ra jogar, desisto logo.
- Então porquê, ó y?
- Dá demasiado trabalho: primeiro é a configuração depois é aprender a jogar e depois é os níveis que tenho que decorar...
-Olha ó y, e se fosses pro...
Mas então o que é que se passa? De onde é que apareceram estas peças e como? Sim! Tem que haver uma razão!
Em conclusão: acho que nas Escolas deviam mudar os programas. Em vez de entornarem baldes de matéria na cabeça destes obtusos, deviam era ensiná-los a investigar, a aprender, a consultar, a ter curiosidade, enfim, a tornarem-se pessoas e deixarem de ser melgas.

As loucas furiosas atrás do volante

Irritam-me algumas mulheres ao volante!
Eu não falo daquelas que estão sempre ao lado, ou dentro, de algum carro acidentado. Não! Essas, coitadas...ainda estão a aprender.
Eu falo daquelas (algumas) que já sabem conduzir. São más, perigosas e estúpidas!!
Razão: talvez o facto de uma quase me passar a ferro esta tarde. Está certo que o sinal era vermelho para os peões, mas os carros ainda estavam parados quando eu comecei a atravessar. Ia já no meio da estrada, quando esta estúpida, que não tem outro nome, arranca (a refilar comigo, mas sem contacto visual) e quase que fico sem os meus dedinhos dos pés - não parou.
E como esta história tenho muitas, tanto no lugar de peão como no de condutor.
Podem-me chamar machista à vontade. Mas independentemente desta louvável característica, também sou um cidadão! E como tal, tenho o direito de me defender dessas doidas ao volante, que andam por aí.

quarta-feira, janeiro 01, 2003

Regras da "Revolta" 1.1

  1. Não são aconselhadas picardias entre membros;
  2. Não é aconselhável referir nomes de chatos;
  3. Não é aconselhável a revolta aos temas corriqueiros: telenovelas, VIP's, etc.;
  4. Por outro lado, é aconselhável a revolta aos temas realmente importantes: as situações estranhas do dia-a-dia, os chatos, os estúpidos , os fascistas, os padres, etc.

Se estas regras não forem cumpridas, o administrador (André) dá-se ao direito de se sentir revoltado e irritado.
Se as infracções forem sistemáticas o administrador ficará ainda mais irritado e aí é que vão ser elas...