segunda-feira, janeiro 09, 2006

Deus não existe!

Mais um argumento contra a existência de um Deus omnisciente.
Vou colocar a hipótese que Deus aparecia ao sujeito A, e que entre uma quantidade astronómica mas finita de sujeitas, o sujeito A tinha que escolher uma. Antes de escolher, Deus anunciaria ao sujeito A qual seria a sua escolha.
Mas o sujeito A é pérfido...
O jogo começa e Deus anuncia a escolha da sujeita 1, o sujeito A imediatamente escolhe a 2, só para contrariar. Deus não é omnisciente!
Vamos complicar um pouco: Deus anuncia a escolha da sujeita 1 e que perante este anúncio, o sujeito A vai preferir a sujeita 2, e que perante este anúncio o sujeito A vai preferir a sujeita 3, e que perante este anúncio o sujeito A vai preferir a sujeita 4, e no fim volta ao princípio. Deus não é omnisciente!
Desde a antiguidade que a prova da não existência de Deus tem sido verificada em várias áreas.
E não há nada como chatear os religiosos logo pela manhã!

2 comentários:

João Pinto disse...

Meu caro amigo!! A ideia de Deus existe enquanto existir a morte! Deus existe porque o comum dos mortais teme a morte, o fim abrupto da vida. Numa situação de imortalidade não havia lugar nem para Deus nem para religiões!
Por outras palavras, estaria-se tudo marimbando para isso!!!

André disse...

Esqueces-te do sentido da vida.