quinta-feira, março 08, 2007

Preliminar de uma tarde a sonhar

Há uns tempos atrás tive uma espécie de diferença de opinião com uma amiga minha. O assunto em cima da mesa era o preliminar, ou aquilo que é bom e que antecede o sexo.
A diferença de opinião gerou-se quando ela mencionou que adora linguados e eu rematei que também adoro preliminares; ao que ela respondeu que os linguados nem sempre eram preliminares porque nem sempre antecedem o sexo; o que eu discordei...
O que eu penso sobre todas as carícias, beijos e apalpões que me excitam e me deixam pronto para a brincadeira é que são um aquecimento para o sexo, tenha este lugar logo a seguir ou não.
Nós, os homens, temos esta característica muito especial, este poder, de conseguirmos estar sempre excitados. Para nós, o facto de estarmos ao pé de uma mulher que desejamos já é o suficiente para chamar aquele momento de preliminar.
E aqui quero dar um exemplo que há muito tempo queria utilizar mas não sabia como: uma contagem decrescente deixa de ter esse nome se o foguete não é lançado?
Depois há a palavra 'antecede'. Preliminar antecede o sexo.
Como eu sou um tipo de grandes esperanças, espero sempre que algo aconteça. Tenho sempre uma grande fé. E apesar de a realidade não corresponder aos meus desejos quasi religiosos de sexo, a verdade é que possuo sempre uma enorme esperança. Por esta razão, qualquer carinho é para mim um preliminar. Seja o sexo efectuado hoje, amanhã ou nunca... knock! knock! knock! Por esta razão, aquilo que antecede é uma ideia do que irá acontecer a seguir, por tanto, e aconteça ou não, a ideia já lá está. E a ideia provoca a transformação de um simples olhar, festa na mão, linguado ou vigoroso fingering, num preliminar digno de molhar qualquer cueca.
O facto de ter escrito sobre isto já foi para mim um preliminar. Um exercício que me deixou pronto para sair do meu gabinete e apanhar a primeira que me aparecer à frente e levá-la para o arquivo. Infelizmente não me consigo levantar...

7 comentários:

Concinha da Mata disse...

Adorei o post. Ler o post para mim tambem ja foi um preliminar, mas imagina... alem de nao poder, nao tenho ninguem que se cruze comigo no local de trabalho. Estava lixada.

O Anarquista Duval disse...

André, podes sempre levantar-te inclinado para a frente...

André disse...

Meus dois caros amigos, vocês deviam estar a trabalhar em vez de estarem a ler estas porcarias...
Seus depravados!

Concinha da Mata disse...

Já passou? Já te consegues levantar? Não!?

André disse...

Felizmente já consigo. Na altura só rezava que ninguém entrasse no meu gabinete - sabes daquelas pessoas que um gajo tem mesmo que se levantar porque se não parece mal...

sem nexo nem sexo disse...

Se este post fosse escrito a dois teria ainda mais piada....e não precisavam de se levantar...antes pelo contrário... não?

Marciana disse...

LINDOOOOOOOOOOOOO