terça-feira, maio 22, 2007

Viver é sonhar. Sonhar é estar vivo

O que é que se passa com as pessoas hoje em dia? Melhor, o que é que se passa comigo?
Alguma coisa está muito errada quando me dizem que passar horas a ler é vegetar, é esquecer a vida; Alguma coisa está errada quando dizem que a vida se faz sempre em festa e nos copos, ou, por outro lado, com extrema carga de responsabilidade; Alguma coisa está errada quando os períodos de reflexão são confundidos com apatia ou preguiça; Alguma coisa está errada quando ler, escrever e pensar são consideradas "tarefas" menores, de quem não tem mais nada para fazer.
Dizem-me - Isso é para quem tem tempo, como tu. Para quem não tem responsabilidades, filhos para criar. Para quem não tem mais nada que fazer.
Eu penso - Mas será possível, por mais tarefas e responsabilidades que eu tenha, será possível eu desistir de viver? Viver para mim é isto, é aprender, reflectir e pensar. Viver é inventar. Sem sonhar e contemplar os sonhos dos outros não viveria. Morreria.
Eu nunca dei importância às opiniões alheias, mas elas começam a criar formigueiros no meu corpo e mente.

13 comentários:

sem nexo nem sexo disse...

eu disso falo contigo em privado :)

André disse...

;-)

anónima por ser ex bloguista disse...

Nunca se arrependa dessas supostas tarefas menores.
Todos nós temos as nossas responsabilidades, no trabalho, com a família, etc mas nada como deliciarmo-nos com aquilo que nos dá prazer.
Eu normalmente á noite quando já toda a casa dorme (daí as minhas poucas horas de sono, mas não faz mal), pego num bom livro e leio pelo menos meia dúzia de páginas ou pego numa taça de pipocas e vejo um dvd (acho que já não sei como é uma sala de cinema por dentro…).
Esqueça o formigueiro, nada que um bom Zyrtec não cure ;)

André disse...

Não gosto nada que me tratem por você. Trata-me por tu, conhecendo-me ou não.
Eu nunca me arrependerei do que gosto. A comichão que estas opiniões me fazem é só porque elas ás vezes estancam-me as veias, tentam colocar-me torniquetes; e isso faz comichão, o sangue não flui tão bem...
Mas é um processo de marés, e eu não sou a areia. Quem não gosta ou se desgasta ou parte (para sempre que não faz falta nenhuma).

anónima por ser ex bloguista disse...

Ok, a partir de agora:

EU anónima por ser ex bloguista, TU André!

;)

André disse...

Assim está melhor!

trintona disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
trintona disse...

Não existe mal nenhum em ler e meditar... o problema é quando nos esquecemos de viver a vida lá "fora"!!!

João Pinto disse...

A vida é tão abrangente que existe espaço e tempo para sermos tudo isso. Agir com responsabilidade no momento correcto e diversão na altura certa. Quanto ao resto, meu grande amigo, as pessoas inventam sempre desculpas para não lerem, não verem bons filmes, não reflectirem, não conviverem. Nem que seja o simples acto de adormecerem em frente à televisão a ver as telenovelas da TVI a partir das 10.00 da noite!!

Florença disse...

Os livros são as vitaminas da alma. Só os troco por bons filmes ou boas quecas ;)

sem nexo nem sexo disse...

You've got mail....

André disse...

Realmente o ideal é um compromisso entre umas coisas e outras, mas sem nunca deixar umas e outras ;-)
E não podia concordar mais com a Florença. LOL

princesinha urbana disse...

Cada um vive à sua maneira. Parece-me que tu estás a viver muito bem a tua vida e isso é que interessa! Cada um que viva a sua o melhor que sabe!