terça-feira, outubro 18, 2005

Filmes de borla...















"Um grande sonho é melhor do que qualquer filme porque eu sou o personagem principal, faço parte da história."


Uma das coisas de que eu mais gosto é de dormir. E não só dormir, mas sonhar. E não sonhar sonhos simples, mas sonhos épicos. Isto sim! Isto delicia-me. É o suficiente para passar um resto de dia óptimo.
Existem várias técnicas (nem sempre resultam) para me preparar, na noite anterior, para ter um sonho destes.
Primeiro a comida. É certinho que se comer alguma coisa étnica, antes de me ir deitar, vou ter um sonho porreiro. O caril funciona muito bem. O queijo (?) também. O álcool em doses pequenas (de cada vez) também pode funcionar.
Não convém ir agitado para a cama. Tenho que ir com sono e descontraído, sem uma pinga de stress... o que, comigo, não é difícil.
Um grande sonho é melhor do que qualquer filme porque eu sou o personagem principal, faço parte da história.
Claro que quando acordo, depois de um sonho destes, fico num estado catatónico durante, pelo menos, uma hora. E ai de quem me incomodar nesse estado.
Também gosto de um bom pesadelo. Como os filmes de terror hoje em dia não valem nada, compenso desta forma.
O número de horas que eu passo a dormir também é importante. Há um número mágico, nem muito grande nem muito pequeno, o oito. Oito horas de sono é o ideal.
Hoje, porque ontem comi caril, tive um pesadelo. Sonhei que todos os chatos e estúpidos deste mundo andavam atrás de mim, e eu fugia, fugia... Mas fora estas pequenas excepções, os sonhos costumam ser muito interessantes.

Sem comentários: