terça-feira, julho 26, 2005

Passo o tempo com passatempos

É errado ter passatempos e/ou projectos, sejam ou não relacionados com o nosso trabalho. Pelo menos assim me dizem.
Quando mostro - todo satisfeito - o meu novo passatempo ou projecto, invariavelmente comentam que não tenho mais nada para fazer.
Nem sequer são passatempos da caca, espero...
É verdade que tenho mais tempo disponivel que grande parte das pessoas com a minha idade. Sou solteiro e com emprego 9h to 5h. Amanhem-se!
Mas também acredito que se não tivesse o tempo que tenho, mesmo assim não deixava de ter os meus projectos. Claro que o tempo dedicado a estes seria muito menor. Mas não interessa a quantidade de tempo (acho) mas sim o facto de estarmos sempre a pensar em coisas interessantes para fazer.
OK! Vou deixar de dizer que são uma grande parte das pessoas que funcionam assim. Mas apenas algumas que me são próximas.
Para além de me dizerem que não tenho mais nada para fazer, olham-me com desdém. O que me irrita ainda mais.
Às vezes sinto vontade de perguntar a esta gente o que é que fazem quando não estão a trabalhar. Pois sinto que as suas vidas devem ser, ou demasiado aborrecidas, ou - na ignorância da luz do sol, dentro da caverna. Por falta de termos de comparação - ignorantemente e inócuamente, felizes.
Desde que tenho consciência de mim, desde os inícios da minha memória, que sou assim. É mais forte do que eu. E desde esses tempos, que conheço, ou tendo a conhecer, pessoas com este perfil. Será uma maldição?
Será que este comportamento me torna insensato???

Sem comentários: