quarta-feira, fevereiro 08, 2006

Que ganda amaral!

Mais notícias do Maomé e as suas aventuras na Europa - Pode-se escrever Maomé?
Enquanto no resto da Europa, a opinião é consensual que os Estados, os Governos, as Instituições, não devem pedir desculpas por o que um ou mais sujeitos fazem nos seus tempos livres com um lápis e um papel, cá em Portugal temos um sujeito de seu nome Freitas do Amaral, que decide, em nossa representação, que o Governo português "lamenta e discorda" da publicação de "cartoons" sobre o profeta Maomé que "ofendem as crenças ou a sensibilidade religiosa dos povos muçulmanos".
Entre baixar as calcinhas e mandar os outros baixá-las, não sei...
Por mim este gajo não fala, porque eu não lamento nem discordo.
Não conheço Alá, nem Deus, nem Odin, nem nenhuma destas figuras. E já há algum tempo que desconfio que não existem, penso que nos andam a enganar.
Espero que este AMARAL não se meta em mais nenhum safári aos limites (?) da liberdade de expressão.

2 comentários:

jose cardoso disse...

Completamente de acordo contigo.Mas também o que se espera de um ministro que apesar de estar num governo socialista nunca há-de perder os tiques da direita trauliteira de onde provém?Enfim....Allah U Akbar!!!

André disse...

Boa!
Não te esqueças de me enviar o teu e-mail. Começo a desconfiar que não queres que te melgue...! Se for isso, paciência! Somos primos, só tens é que aguentar - literalmente!