quinta-feira, setembro 08, 2005

O meu manual é que é bom.

Já náo tenho pachorra para a maioria dos manuais.
Recebi hoje um aparelho de fax novo, devidamente acompanhado com uma lista telefónica chamada O Manual. Ainda por cima é em espanhol.
Eu nunca gostei de espanhol. Não é que seja difícil, mas há qualquer coisa nessa língua que não bate bem. Não sei explicar. Só sei que o facto de ter de lê-la é aborrecido.
Mas voltando aos manuais...
Felizmente gosto de computadores desde puto. Desde o meu primeiro - um ZX Spectrum! Se não gostasse, nem quero imaginar o aborrecimento por ter que me obrigar a lêr os manuais necessários para o seu funcionamento. Ainda por cima em outras línguas.
Não é de admirar que hajam tantos infnorantes (informática+ignorantes).
Para além dos manuais de informática, que ainda vou tendo algum gosto para os consultar, existe somente outro tipo de manual que realmente gosto. Ok, adoro!
O manual da minha aparelhagem nova, ou da minha TV nova, ou do meu leitor de DVD novo, etc. Este leio com o maior dos prazeres.
Não há nada como explorar algo que acabamos de comprar, para nós, e que nos vai entreter como o raio.

Sem comentários: