sábado, agosto 20, 2005

Rima e tudo!

Que grande atracção é essa que o português tem pela rima?
Eu, desta vez, incluo-me no grupo.
Porque é que gostamos tanto de rimar?
E porquê que quando o fazemos sem querer, dizemos logo a seguir "...e rima e tudo" ou "que giro, até rimou".
Que obsessão é esta por frases com palavras que rimam?
Será que tem que ver com a nossa (lusitana) alma poética?
Sejá lá porque razão fôr, o que é certo é que agora, que tomei consciência disto, sinto-me irritado sempre que o fazem. E se o fazem muito...
Mas vamos lá a tentar não achar graça à rima e também a não persegui-la. o que é demais, enjoa.
Agora que já desabafei, vou-me... mas voltarei!

Sem comentários: