sexta-feira, agosto 05, 2005

Deves ser o Demo(crático)

Esta é a Democracia com a qual vivemos.
Em todos os governos ouço falar, na opinião pública, que não se devia fazer aquilo ou isto, por tal razão ou outra qualquer. Claro, quem está no poder acaba sempre por fazer aquilo que acha melhor - contrariamente do que acha a opinião pública.
Quando ouço falar na OTA e no TGV, e já agora, no Euro não sei quantos, e depois vejo todos os dias nas notícias que os bombeiros não têm meios, a saúde vai de mal a pior, a segurança social - blurp!...
Eu tenho uma noção do que significam os investimentos a médio e longo prazo, mas sinceramente, estou-me a cagar que sejamos (nós? - eheheheheh) mais ricos, daqui a não sei quantos anos. Mas depois não temos uma arvorezita (para o cão, claro!), não temos segurança social, a saúde toda privatizada, enfim.
Sempre ouvi dizer que a Democracia é o poder nas mãos do povo. Mas que raio de poder temos nós, senão o de escolher quem vai mandar em nós nos próximos anos????
Qual referendo, qual consulta pública, qual carapuça!!!!
A realidade é que não mandamos em nada.
Os políticos podem-nos dizer: deixem isso para os especialistas.
Nós, por acaso, precisamos de "especialistas" para nos ajudarem a viver o dia-a-dia? Não! Só em casos especiais, e mesmo nesses, o "especialista" conta com o nosso bom senso e poder de decisão. Nada fica, absolutamente nas mãos dele. Porque em última análise, quem manda aqui sou eu!

Sem comentários: