terça-feira, agosto 09, 2005

Money! It's a crime.

Segundo o Global Report on Crime and Justice (1999), do Office for Drug Control and Crime Prevention das Nações Unidas, cerca de 90% do crime mundial está directamente relacionado com propriedade e capital, ou seja, assalto e/ou furtos de capital e propriedade.
Apenas 10% a 15% correspondem a crimes violentos. E nesta percentagem ainda estão incluídos os furtos e os assaltos.
Ora, não é preciso ser nenhum génio para perceber qual é a fonte de (quase) todos os problemas e injustiças que os criam: Propriedade e capital mal distribuídos.
Haverá mesmo necessidade da existência de propriedade e capital? Eu não creio.
E se quase ninguém acredita nesta solução é porque o principal problema começa logo quando pensamos na "nossa propriedade". Eu próprio penso assim.
Quanto ao capital, se o sistema fosse justo para todos não haveria necessidade de o ter.
Eu sei que parece uma espécie de mistura de pensamento comunista com anarquia, e de facto é.
Mas desenganem-se aqueles que pensam que a nossa sociedade sempre se estruturou à volta destes "alicerces". Se fizermos as contas ao nosso tempo total neste planeta (no último estágio da evolução) e subtrairmos pelo tempo que temos utilizado a propriedade e o capital, o resultado é muito pequeno para este último.
Também nos enganamos quando achamos que estes dois vectores (capital e propriedade) são uma recompensa pelo nosso mérito e trabalho. Não é verdade! Basta verificar que a maior parte da riqueza mundial está sempre no lado da balança que também contém os lobbies industriais, as máfias e as políticas económicas (lobbies do governo) que os favorecem.
Não estou aqui a tentar mudar ninguém para a anarquia ou outra forma qualquer de ideologia, apenas estou a relatar os factos. Escrevam vocês as vossas próprias conclusões.

Sem comentários: