sexta-feira, outubro 20, 2006

A vida de JC em 97 linhas!!

É evidente que quando os religiosos acreditam num Deus omnipotente e omnipresente que governa o mundo, algo de muito errado se passa!!!

Deus esse que eles acreditam que semeou um seu representante numa mulher virgem (pois!!pois!! virgem!!) Porque é que ele não escolheu uma que tivesse já uma rebanhada de filhos???

Claro que nestas condições, filho único de um profissional de um ofício conceituado (carpintaria) e de uma doméstica que viveu toda a vida a tentar esconder do marido a sua infidelidade, o rapaz tinha que sair um mimado do caraças, com convicções próprias de quem tem tudo na vida (o rapaz nasceu no anexo à casa e logo os vizinhos vieram dar cenas como mirra, incenso e ouro, vejam lá!! Reparem bem, anexo à casa! Não estamos a falar de um pardieiro, estamos a falar de uma mansão para a altura!! ).

Quer dizer, se eu no Liceu Camões começasse a gritar de braços abertos para o mundo “Eu sou filho de Deus” diziam logo “ganda pedra meu, a broca devia ser bem boa!!!!”, ou tipo “amai-vos uns aos outros!!” gritavam logo “PANELEIRO DUM CABRÃO!!!” e davam-me uma coça monumental!

E depois são aqueles tiques irritantes de novo rico espertalhão mimado!!

Ahhh! Eu consigo fazer milagres, corresponde hoje ao pintas sentado no porche acabado de sair do stand a dizer para a estúpida da namorada que vai ao lado mais burra do que a Paris Hilton (se é que isso é possível) “pois é linda, consigo fazer milagres com este carro!!”

Parece que estou a ver o JC com um grupo de amigos (aqueles que mais tarde jantaram com ele numa bebedeira de cair para o lado) pegar num tipo a quem eles pagaram uns trocos, e dizer-lhe “Cego, vê!!” e o tipo abre os olhos fechados e grita “Consigo ver!! Milagre!!! (baixinho: então quando me pagam o teatro que fiz??), e as míudas nazarenas a suspirar “AHHHHHAaahhhhhhhh O JC é o máximo!! Faz coisas tão giras!! JC!! JC!!! Faz lá aquela cena de andar sobre a água outra vez, vá lá!! Estás a ver Pedro, tu nunca consegues fazer estas coisas engraçadas nem tens uma carroça tão gira como a do JC!!És um quadrado, pá!!”

E depois o JC coloca-se em cima dos ombros de um dos seus amigos (a quem ele apelidou de discípulos depois de uma jogatana de cartas) que anda no lago mergulhado até ao nível da cabeça, e as gajas todas “BOAA!!! Hehehehehe! É giro!! Ó pá, JC, posso ir eu em cima do José da próxima vez???”

E mesmo a cena da crucificação!! He pá, é mesmo de menino mimado!!

Vocês já viram algum pobre fazer uma cena do caraças, um espalhafato daqueles na sua morte ou suicídio!! Claro que não!!

Um pobre encosta a caçadeira de canos cerrados ás trombas e dispara, ou mata a mulher e suicida-se de seguida com uma faca ranhosa comprada nos saldos do Continente ou com a G3 que ele gamou no tempo do serviço militar obrigatório.

Os ricalhaços mimados é que vão para o último andar de um prédio de luxo a gritarem que se atiram cá para baixo!! Ou vão a 200 à hora com o porche na auto-estrada e enfaixam-se contra a cabine da portagem enquanto espalham cocaína pela estrada porque julgam que ela está com os traços do pavimento a desaparecer.


E depois aquilo de ressuscitar!! He pá, essa é gira! Faz lembrar aqueles filmes em que os prisioneiros poderosos subornam os guardas para ajudarem na sua fuga, depois simulam a sua própria morte para as autoridades pararem de os chatear!!

Sim, porque é evidente que JC devia ter problemas com a autoridade, isso é óbvio, porque é típico dos meninos mimados e novo ricos!!

Portanto desata a subornar os guardas romanos, fazer-se de morto e depois passar a uma vida de clandestinidade em plena Palestina, com encontros habituais com os seus discípulos, que, no meio das bebedeiras e jantaradas, escreviam a meias uns textos a dizer bem do tipo que pagava sempre a conta (JC), não fosse ele ficar chateado por eles não fazerem nada!!

Olha, com isto tudo, ainda vou fundar uma religião também!!! Já tenho quase toda a estrutura, só me falta uma sede social, um tesoureiro e um contabilista cadastrado!!

11 comentários:

Patrícia Cardoso disse...

Ora aqui está uma opinião dada com sentido de humor e inteligencia!

ASS: Crente em Deus

Jorge disse...

Gostei. Noutros locais do mundo serias perseguido e atormentado até à morte. E eu provavelmente teria um imenso cagaço de opinar que gostei mesmo.

O Anarquista Duval disse...

Muito fixe!!!

um abraço joão...temos de ir beber um copo, já não te vejo desde a reportagem em que apareceste com cabelo á Happy Mondays!!

rui-son disse...

Adorei o texto, de mais. Foi a primeira vez que cá vim mas já estive a dar uma vista de olhos.
Voltarei.

André disse...

És de uma coerência a toda a prova, Patrícia. Para quem diz "Têem direito de nos insultar??!? Não és muito melhor do que os crentes que cometem atrocidades em nome de Deus! Tu cometes o desrespeito em nome da tua descrença!!" e agora acha que este texto cheio de humor negro - que eu gosto bastante - é uma opinião dada com sentido de humor...

Patrícia Cardoso disse...

He!He!He! Oh Andrézito... uma coisa é escrever uma história com inteligencia e sentido de humor, outra coisa é tu dizeres que tens o direito de nos insultar.

André disse...

Tens toda a razão, uma coisa é dizer que o vou fazer, outra é fazê-lo. São duas coisas completamente diferentes.
Enfim, para quê argumentar...?

Patrícia Cardoso disse...

que vais fazer? não!! que fizeste!!!
mas faço tuas as minhas palavras "Enfim, para quê argumentar...? "

Inspector Serôdio disse...

Atão, e lá no vosso clube dos larilas, de certeza que arranjas quem te dê uma sede (ou talvez uma sala na sede do BE); quanto ao contabilista cadastrado, também não deve ser difícil de arranjar; já um tesoureiro, que perceba da poda (números), tenho as minhas dúvidas.

João Pinto disse...

Olá caro inspector serôdio!!

Para quem afirma que isto é um clube de larilas, parece que gostas muito de andar por cá!!

Deves estar muito traumatizado com a esquerda em geral! Perdeste tudo no 25 de abril?? Ficaste sem a fazenda em Moçambique foi??? Tadinho!! O Mário Soares foi mau para o menino??? Pobrezinho!!! Aposto que gostas é do Cavaco, deves ter sonhos húmidos sempre que no telejornal da noite vês o dito a babar-se nos cantos da boca.

Ou foi por eu ter tocado no teu amigo JC??? Aquele por quem tu tanto ajoelhas-te e rezaste nos cantos mais obscuros do colégio sodomita onde andaste a estudar??
Ficaste chateado foi, serôdio????
Espero bem que sim, porque dá-me mais gozo!!

Tem calma rapaz!! Os políticos deste país são tão bons, que deram emprego no Estado a uma série de energúmenos como tu que passam a vida a coçar a micose!!

Inspector Serôdio disse...

Caro João Pinto,

Acho-te graça, sim senhor (é sincero, este comentário).

Estava tentado a chamar-te larilóide, para variar, mas vai daí, à conta da tua reacção arreganhada e mordaz, apeteceu-me enveredar por uma tom mais sério (a ver se consigo...). Para mais, a ser verdadeiro o teu nome, nem tens culpa dos teus homónimos futebolistas...
É que ao teu amigo larilas (pronto, já descambei!), não vale a pena sequer responder. Mas tu, mais o teu perfil intelectualóide, merecem contra-argumentação.

(antes de mais, um aparte: estão convencidos de que sou funcionário público num hospital; pois até gostaria, mas não sou - ambas as coisas -, contudo isso não importa, pois o que eu gostava mesmo de saber é como é que vocês desencantam essas coisas? Consultam a Maya?)

Documentas-te, e isso é bom, mas precisarias de aperfeiçoar os teus silogismos.
Então porque sou do Sporting, gosto de gajas e faço um comentário a gozar com os larilas do BE sou rotulado de retornado fascista ressabiado?

Meu amigo, gosto tanto do Cavaco como do Louçã, do MRPP como do MAN (agora PRN?), do 25/04 como do 28/05.

Convicções e/ou devoções religiosas à parte, limito-me a sublinhar uma incoerência evidente: para quem se afirma (que não é o meu caso) pela crítica construtiva, fazer um «post» como o presente...
De qualquer forma, tanto quanto sei, nem o JC nem a sua pandilha alguma vez disseram mal dos larilas, por isso, por aí, julgo poderem continuar descansados.

Gosto de gajas, sim senhores, e se foi a minha mãe quem mo meteu na cabeça, pois então tive mais sorte que vocês - antes uma progenitora persuasiva que um larilas orfão!

Mas eu até estava capaz de ficar vosso fan, se conseguissem passar das vozes aos actos de revolta.

Enfim, tudo a bem da Nação ou viva a revolução!!