quinta-feira, outubro 19, 2006

Badalhocas!

Porquê que invariavelmente as gajas ficam todas lixadas quando lhes é mencionado banho antes do sexo? Serão elas imunes à caca do dia-a-dia?
E não sabe tão bem um banhito a dois, com massagens incluídas e talvez um felattio?
Eu falo por mim, quando viajo para o Sul gosto de encontrar um lugar confortável, quentinho, húmido, com vegetação rasteira e, mais importante, com água potável. Suponho que com elas seja o mesmo...
Mas de vez em quando deparo-me com badalhocas que acham o acto do banho um sinal que estou a chamá-las de porcalhonas.
Na verdade o banho é um prolongamento da sessão sexual muitas vezes criticada por elas por tender a ser curta. Querem mais tempo? Comecem na casa-de-banho, passem pelo quarto, dêem uma volta pela cozinha, aproveitem e tragam uma cervejita e qualquer coisa para petiscar, e terminem numa sala ou mesmo no hall de entrada.
O que é irrelevante é o banho depois do sexo. A badalhoquice por esta altura já está disseminada por todo o espectro sensorial: cheiro, gosto, tacto, visão, audição (chlep, chlep). Agora já não importa, que continue o sexo!

17 comentários:

João Pinto disse...

André, o grande problema do banho a dois é que as gajas tomam banho com a água colocada numa temperatura anormalmente elevada. A escaldar mesmo!!
Sabes, elas são filhas do DEMO, e estão habituadas às elevadas temperaturas do seu habitat. Sendo assim, aquela água a ferver que sai do chuveiro é quase gelo para elas.

É que são todas assim, meu caro amigo!!

Portanto, duche a meias, só depois de controlar devidamente a temperatura da água e tomarmos medidas efectivas para elas estarem fisicamente impedidas de falarem sobre o facto de nós termos posto a água quase fria (na versão delas!!)

Sophia disse...

Fofuxo é impressão minha ou ficaste sem resposta??!!
Daí teres escrito este texto, hein??

Patrícia Cardoso disse...

Vocês têem mesmo um grande problema com as mulheres!!

João: Nós só nos defendemos, quanto mais fria a àgua estiver, menor será o tamanho do vosso ...

Patrícia Cardoso disse...

Ahhh é verdade, se vos disseram que o tamanho não interessa, MENTIRAM-VOS!! O tamanho interessa!!!

André disse...

Bom, o tamanho das mamas e da anca também é importante (para nós) e não nos vêem a refilar constantemente sobre o tamanho isto e o tamanho aquilo.
Claro que como fui o primeiro a responder vou ficar marcado.

Sophia disse...

Fofuxo...tu andas...andas lol

André disse...

Sofia, não percebi...?

Patrícia Cardoso disse...

As mamas e as ancas não encolhem com a temperatua da àgua meu querido irmão!!

Patrícia Cardoso disse...

*temperatura

André disse...

O "encolhimento" é passageiro.

Patrícia Cardoso disse...

pois...mas acontece e desmoraliza qualquer mulher!!

Desmoralizar = Perder Tesão

João Pinto disse...

Sofia - Com água muito quente fica encarquilhado!
Por outro lado, não há água fria que desmoralize (perder tesão) o bicho desde que bem moralizado!!
O vosso extremismo próprio das gajas é bem patente: Entre os 80 graus e os 15 graus existe um ponto médio!!

Sophia disse...

João :
Sofia???? Isso é algum recadito para mim??

André:
Diz-me lá uma coisita que não estou a perceber, se tu vais chavardar-te (supostamente claro lol) porque é que insiste num banhinho inicial??
Sabes que o sabão retira a lubrificação?!! Ah pois é, se não sabes passas a saber!!! Fofuxxxxxxxoooooooo!!!!!!!

André disse...

O sabão pode retirar a lubrificação mas não é para sempre. Além disso, como gosto de viajar para o Sul e também gosto que ela lá vá, faço questão que esteja sempre tão limpo quanto possível.
E, fofuxa, a palavra "chavardar-te" não existe.

Sophia disse...

Fofuxo quantas vezes preciso eu de te dizer que é uma LIBERDADE LITERÁRIA?!!!!!

João Pinto disse...

He pá, e essa cena do sabão é gira! É que é hilariante ver as gajas a fazer bolas de sabão!!!

João Pinto disse...

Sofia, não é nenhum recado!! Peço desculpa pelo erro, mas não reparei que quem escreveu o comentário "As mamas e as ancas não encolhem com a temperatua da àgua meu querido irmão!!" foi a Patrícia, e foi no seguimento disso que escrevi. Como é óbvio também não é recado para ela, mas sim o seguimento dos comentários.