quarta-feira, outubro 11, 2006

Os blogs das gajas e os gajos

Também acho piada à quantidade de abutres que voam ao redor dos blogs das gajas à espera de "carninha". Eles a comentar são todos muito suaves e cavalheiros. E ai de um gajo (como eu) que comece a disparatar, eles colocam-se logo ao lado das damas "blogadoras".
Estas aves de rapina pensam que vão levar dali alguma coisa, e mesmo que levem correm o risco de levar é com um bacamarte disfarçado atrás de umas cuequinhas de rendinha - Toma lá para aprenderes!
O que me irrita solenemente é que por maior que seja o disparate, ou merda de poema, que elas escrevam, os abutres arranjam sempre maneira de as elogiar - (...) os teus poemas são lindos, fofa. Escreves tão bem que me iluminas a alma - Puahhh!!! E elas vão na conversa!
Meninas, quando colocam umas fotografiazitas e escrevem umas coisitas bem sugestivas, a reacção da maior parte dos gajos é a de comentar para ver se levam dali alguma coisa. Não é por causa do vosso talento.
Se querem realmente "construir" algo, não levem tops e mini-saias para o trabalho. Quero dizer, por mim tudo bem, mas depois não esperem que as leve a sério.

15 comentários:

Patrícia Cardoso disse...

Quem é que te disse que queremos construir alguma coisa??

André disse...

Construir é uma forma de dizer que querem fazer algo positivo e construtivo...tipo, algo interessante.

Patrícia Cardoso disse...

algo interessante não é necessariamente construtivo... uma queca pode ser interessante e destrutiva :P

André disse...

Vou-me embora, não posso continuar a responder-te hoje.
Mas só para terminar, nunca ouvi falar de tal coisa "queca destrutiva", a não ser que estejas a falar literalmente, tipo "opps, lá se foi a cama" ou "ops, lá se foi a mesa"...?

Patrícia Cardoso disse...

ou ups isso doeu mas é bommmmm!!!

Foxylady disse...

Ainda curtia saber desde quando escrevo poemas... desde quando uma foda dá para rir... Ah pois deve dar a quem não tem mesmo nada para fazer e acho k nunca li no meu blog a frase: - que poema tão lindo... Bolas o homem é burro ou come palha, ou bufa na palhinha... Vai engatar uns gajos k isso passa-te

Foxylady disse...

Agora uma mulher nem é livre de se vestir como quer, tem de andar tapada até ao pescoço para ser levada a serio. Eu ando como quero e quem não leva a bem leva a mal com um punho na cara....!

Sophia disse...

André tu realmente deves andar com algum trauma??!!!

Sophia disse...

Depois passa pelo meu blog!!Espero que fiques mais contente e talvez ainda faças um pedido de desculpa!!
O que tu queres é alguém que te ligue,como tal espero ter ajudado!!!

André disse...

Minha cara foxylady, não há razão nenhuma para sermos mal educados ou mesmo ordinários, podemos falar destas coisas calmamente.
Respondendo ponto por ponto...:
Uma foda pode dar realmente para rir, tanto de alegria como de "dass, quem é esta gaja e como é eu vim parar aqui"; fui ao teu blog mais uma vez para me certificar que não estava enganado nas minhas alegações e ou tu não sabes o que são poemas ou sou eu; não procurei essa frase específica no teu blog, mas encontrei várias similares; e finalmente, uma mulher é livre de se vestir como quiser assim como os homens também, acontece que na vida real as coisas são um pouco diferentes. Caso não saibas a roupa diz muito de quem tu és e do que pretendes, e esses sinais são percebidos por eles e especialmente por elas. Sim, porque se nós (homens) não nos importamos de ver umas mamocas turgidas por trás de um top semi-transparente, umas belas pernas e um belo rabo com o fio dental à mostra, as vossas colegas já sim. E se vocês forem rotuladas de alguma coisa podem ter a certeza que foi uma das vossas colegas a fazê-lo.
Ainda tens que comer muito pão (nota que não fui ordinário e disse pau) para me responderes à altura.

André disse...

Mais uma coisita que me ia esquecendo, o último parágrafo é uma espécie de metáfora, ainda que corresponda a realidade. Significa que se querem dizer alguma coisa e serem ouvidas, utilizar o truque das fotografias e palavras de sedução não só é batota como vos reduz a gente parva.
Não quero dizer com isto que não devam existir blogs com esta temática, mas então subam a bitola da qualidade.

Paulo Sempre disse...

Héeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee..rrrrrrrrrrr
Ok. Na boa....

André disse...

E-mail de MM:
-------------------------------
Caro André,

Como não tenho possibilidade de comentar o seu blog - que não permite comentários de excluidos - ou seja, dos que ainda não aderiram à "moda" de ter um diário, mais ou menos diário, on line, resolvi mandar mail.
Achei graça ao modo como se insurgiu contra os blogues de gajas; a
descrição dos do tipo Reader's Digest foi um must...
E achei estranho ser um ELE a fazer comentários tão mordazes,
verdadeiros e pertinentes a estas "pérolas" da blogoesfera porque ELES, como muito bem comenta, são os primeiros a aplaudi-las, a achar "liiiindo" ao que se escreve e principalmente ao que se exibe! E o que se exibe, geralmente, são elas a cores e quase ao vivo, em posições escabrosas, de palavreado grosseiro
e repetitivo, a julgarem-se escritoras universais e ninfas irresistiveis.
E não podemos mandar uma boca, uma sugestão ou um "....Cruz....
Credo...!!!!"
com risco de nos cairem em cima com um "O que tu és é uma invejosa..."
ou um "lá vem esta a armar-se em fina e erudita..." E isto na melhor das hipóteses.
No meu caso acabo por não comentar, por não abrir boca, por não sugerir
nada porque afinal as self made women do século XXI são elas....

Serão???!!!!! (por vezes baralho-me!!!!)

Continue com o "Vozes da Revolta". É diferente e divertido :o)

MM

PS - Há sempre a 2ª opção: não se dar sequer hipótese de serem lidas.
Acho que
é a mais sensata.

André disse...

Para concluir, aqui está um excelente blog de gaja: http://www.cenasdegaja.com/
É a sério. É mesmo bom.
Gajas, vejam e aprendam!

Sophia disse...

Fofuxo para a próxima não inventes mails que supostamente dizes ter recebido e não recebes...
Beijokinhas my fofuxo!!!!