quinta-feira, junho 23, 2005

O fim dos capitalistas está próximo!

Tenho pensado um pouco sobre os direitos de autor.
A meu ver, num sistema perfeito, a única coisa que o autor teria direito, seria o seu nome na obra e, claro, o reconhecimento e todas essas necessidades emocionais que todos temos. Num sistema perfeito, ninguém precisaria de vender ou comprar cultura/conteúdos. Um autor num sistema perfeito, não veria pirataria.
Eu até compreendo, até certo ponto, a raiva dos autores quando vêm a sua obra pirateada. Sei que "aquilo" é o seu ganha-pão. Mas por outro lado, sinto mais simpatia pelas minhas necessidades. Se eu não tenho dinheiro para me cultivar devo permanecer na estupidez?
A minha visão disto tudo é que estamos numa guerra: nós os que não podemos e/ou não queremos pagar pelo que deveria ser gratuíto, contra todos os outros. E nós estamos a ganhar, não por imposição da razão (como deveria ser) mas por esmagadora maioria.
E a partir do momento que se abra o precedente (e vai-se abrir) da "cultura é para todos!", a partir daí não para. Depois vem a saúde, a habitação, etc, e finalmente a democracia e o capitalismo encontram o fim.

FIM!

Sem comentários: