segunda-feira, outubro 12, 2009

Eu tinha um poster da Maitê

Ultimamente tenho seguido os comentários (e também produzi alguns) sobre uma peça que a Maitê Proença gravou em Portugal para o programa 'Saia Justa' 1; e deste programa, ou melhor, das afirmações da Maitê neste programa deduzi algumas coisas extraordinárias:
  1. A Maitê não sabe muito de História portuguesa;
  2. A Maitê não sabe muito de Geografia - no geral;
  3. A Maitê é gozona;
  4. A Maitê é muito gozona;
  5. A Maitê às vezes diz algumas coisas parvas;
  6. A Maitê gosta de cuspir em fontes.
É realmente formidável, mas a Maitê pode muito bem ser uma versão feminina de mim. Não compreendo é toda a excitação que o vídeo suscitou. E acusações de xenofobia...! Que exagero.
Como representante de todos os rapazes (e algumas raparigas) que cresceram com a esperança de ver a Maitê nuazinha, e de facto, em alguns sonhos, via-a nuazinha, venho através deste blog afirmar o maior carinho e luxúria pela Maitê: Maitê, ainda sentimos algum descontrolo peniano quando te vimos e ouvimos; por esse motivo podes dizer todas as baboseiras que quiseres.


Sem comentários: