sexta-feira, dezembro 23, 2005

Peço desculpa e feliz Natal!

Hoje li uma frase interessante que é mais ou menos assim: "Quantas mais convicções se tem, mais mal se está preparado para fazer para as proteger". Acho que isto resume bem a história da humanidade.
Também vem (mais ou menos) de encontro ao que eu tenho tentado transmitir neste blog: Fugi dos dogmas e da fé inabalável, sede incoerentes.
Antes de desejar feliz Natal, quero lavar os meus "pecados" deste ano. E se isto se faz antes da passagem do ano (creio), eu, na minha incoerência, faço na ante-véspera do Natal. Além do mais sou ateu e estou-me a cagar.
Peço desculpa àqueles que me suportaram este ano. Eis o rol dos meus defeitos: sei que por vezes sou arrogante de uma maneira intratável; sei que consigo ser frio e distante e dessa maneira afastar quem eu quero (e não quero); sei que por vezes me falta a empatia, melhor dizendo, não me ponho no lugar da outra pessoa; sei que me contradigo inúmeras vezes e que um orgulho estúpido me obriga a fazê-lo; sei que não me dou ao trabalho de ligar mais aos amigos; sei que sou, de certa forma, anti-social; sou psicótico e narcisista; sou preguiçoso (com muito gosto); sou ligeiramente agorafóbico; tenho um péssimo acordar; sou teimoso; sofro de inveja pontualmente; sou demasiado (?) gozão. Enfim, já chega!
Agora que os meus "antagonistas" rejubilam de satisfação, aproveito para desejar a todos um feliz Natal!!!

7 comentários:

João Pinto disse...

É por isso que és o meu Grande Amigo!! Um grande abraço para ti!!!

André disse...

E tu o meu grande amigo. Que tem paciência para me aturar...isto já está a ficar um bocado amaricado. De qualquer maneira, sempre achei que se gosta das pessoas pelos seus defeitos e não tanto pelas suas qualidades (excepto as gajas boas).

André disse...

Não quero dizer que tu não tens qualidades, pelo contrário. Mas...sabes o que é que eu quero dizer...

Dizeres Meus disse...

Um bocado amaricado é favor.
Não tarda nada começam a bricar com o cacetete um do outro.

Mas prontosje, panilas ou não, cá vai
Boa Páscoa e um óptimo 2007

bardameco disse...

O dizeres também tem cá uma imaginação... ó dizeres isso é algum fetiche que tens, ó quê?
Já agora, sim, desculpo-te por ter de te aturar, André, vê se atinas para o ano que vem. Bom ano 2006 (do calendário católico apostólico romano, claro). Não te esqueças, que de ateu que és (graças a Deus) tens falta injustificada por não teres ido trabalhar no Domingo de Natal!!! Muuuááá,há,há!!

André disse...

Já agora, BARDAMECO! Esse foi um nome muito infeliz que escolheste. Se te vais passar a chamar assim já não te conheço...

Dizeres Meus disse...

Ó bardameco,

Que nome infeliz é esse?
Transportamia?, eu só conheço um roto que gsta de transportes que fazem UUhUUUUUhUU UUUhUUUhUUU(tipo lombriga tás a ver?!).
Mas esse bardameco não tem nada a ver com o Meco que é praia de rotos....Ou tem??

UHUHUHUH