quinta-feira, dezembro 29, 2005

O Copo Sagrado!

Aconteceu numa tasca! O sentido da vida e as suas complexidades foram descobertas por acaso. No meio do álcool, nas suas mais variadas expressões, e das carnes e peixe, debatia-se, por um lado, os vários aspectos da justiça social, e por outro, a existência, ou não, da relação directa entre a inteligência e a riqueza.
A discussão era acesa e exaltada. Uns falavam mais alto que outros, outros ouviam e sorriam, outros não diziam nada, e outros ainda formavam subgrupos de discussão.
A justiça social discutida, tinha várias cores e ausência destas.
E se a riqueza está relacionada com inteligência, ou falta dela, não ficou inteiramente provado: faltavam os números.
Várias opiniões ficaram esbatidas por quem impunha os décibeis da sua voz, e também pela diferença abismal de ideologias de ambos os extremos.
A verdade que foi descoberta não me é permitido desvendar. Esta é vedada a quem não quer percorrer o caminho. Mas cuidado! Pois este caminho está cheio de perigos e sobressaltos. Só posso aconselhar quem o encetar para que leve Guronsan, Kompensan e Aspirinas. E que quem é depositário da sua fé o acompanhe!

Sem comentários: