sexta-feira, maio 06, 2005

Anseio por ansiedade

Fico sempre "extremamente" ansioso antes de estrear um filme, um concerto, um livro, um álbum, as minhas revistas mensais, etc. Enfim, gostos não se discutem...
Chamam-me parvo por ficar ansioso por estas coisas, mas é mais forte do que eu.
De vez em quando, se está para estrear algo incrivelmente fantástico, penso na morte...! Mas não de uma forma pessimista ou deprimente, não! Começo a pensar que se tiver que morrer por algum motivo, brevemente, que seja depois de ver, ouvir, ler o que quer que seja esse algo que eu ansiosamente espero há já algum tempo.O pior é que eu não acredito no Destino e sou Ateu. Então as minhas "preces" são completamente irracionais. Talvez esteja a pedir ao meu corpo que se tiver que ceder, que espere mais um pouco. Porque mesmo numa maca, faço questão de participar no que anseio.
Estes pensamentos têm-me passado pela cabeça, agora que estão quase a estrear dois filmes que eu quero muito ver Star Wars III e The Hitchikers Guide to the Galaxy. Qual deles anseio mais???
Parvo como sou, ao ser demasiado honesto com os meus sentimentos, fui descrever a minha ansiedade a outros. Claro, agora sou idiota por ficar ansioso por "coisinhas" dessas.
Eu pergunto-me: Não haverá muitas pessoas com estes "ataques de ansiedade"? Somos assim, os parvos, tão poucos?
Não me importo! Dá-me um gozo do caraças esperar algo por dois ou três anos. Mais do que isso é exagero.

P.S. Obviamente que também fico neste estado por certas pessoas. Mas não é de pessoas que eu me refiro agora mas de eventos socioculturais.

2 comentários:

Dizeres Meus disse...

Eu fiquei assim por causa dos Senhores dos Anéis, no entantoquando vi o último a minha sensação foi a de:
E agora???
Parecia-me a mesma sensação de vazio qe senti quando acabou a Expo98 e eu stava lá junto ao oceanário a ver o Aquamatrix e o Fogo de artifício. Assim que o último foguete fez PUM, eu entrei numa melancolia que só com o LOTR senti, estranho, não???

André disse...

Tens toda a razão. Também fiquei assim com o final do LOTR...até saber que o Peter Jackson tinha começado a fazer o King Kong (versão anos 30).
Agora a Expo'98 não me trouxe nenhuma sensação de vazio. Se calhar foi porque o espaço físico continua lá, ou então foi porque não vivi o evento como "deve ser".