quarta-feira, fevereiro 23, 2005

As conversas delas.

Tenho três colegas (mulheres) e, felizmente, estou separado delas durante a maior parte do dia - elas estão num gabinete e eu estou noutro.
Quando acontece, por força do trabalho, termos que estar os quatro juntos, às vezes é de ir aos arames: que é o que me está a acontecer neste preciso momento!!!!
Mas só sabem falar dos filhos/bebés e culinária???? Porra!!! Mas que grande seca!!!
E passam nisto o dia todo....
Às vezes tomo a iniciativa e mudo o tópico da conversa. Mas...dura pouco. De conversas do género: ficção científica, informática, futurologia, curiosidades, tecnologia; não faço ideia de como é que conseguem mudar para puericultura e culinária???? Num ápice!!!
Agora que já aliviei um pouco, tenho que voltar para junto delas e continuar a ouvir o raio da conversa da treta - que bom!!

6 comentários:

João Pinto disse...

Estou terrivelmente de acordo com o escrito. Temos de analisar o código genético feminino para tentar perceber o que conduz a tais manifestações tão redutoras da existência humana.
Não nos devemos espantar perante os resultados.
A maior parte das mulheres são assim:
se tu dizes uma asneira és um porco imundo. Se elas dizem uma asneira foi um pequeno acto de contrição perante uma entaladela involuntária na porta da despensa.
Se tu falas em sexo és um porco imundo. Se elas comentam sexo entre elas estão a adoptar uma postura moderna de troca de experiências de modo a ajudar ao desenvovimento positivo do seu casamento.
Se tu trais a tua namorada és um porco imundo. Se elas traem os namorados ou maridos são umas desgraçadas da vida, pois o culpado é o marido porque não lhes liga nenhuma!!.
Enfim, muito mais haveria para dizer, mas.......... Tenho que continuar a ser um porco imundo no meu local de trabalho!!

Vera disse...

o que me leva a pensar, após ter lido este pequeno texto. É QUE TU DEVES TER SÉRIOS PROBLEMAS EM RELAÇÃO AS MULHERES! generalizas de uma forma como se elas fossem todas iguais. e esqueces-te de que elas têm muita razão porque vocês homens, puro e simplesmente fogem as simples tarefas que são puericultura e culinária, ESTRANHO,NÃO? é fácil criticar quando vocês se põem na alheta! ela deve te ter traumatizado e MUITO. vé se a esqueces? e quando falas de mulheres não generalizes , porque o contacto que tens são essas 4 gajas......

André disse...

Penso que se está a gerar aqui uma confusão...
Não falo das mulheres no geral mas destas minhas colegas.
Sou muito sensível às questões libertárias e de igualdade femininas. Mas ao mesmo tempo sou um pouco machista. É uma batalha que travo todos os dias. Sinto muito.

P.S. Sim! Elas têm-me magoado muito.

Patricia Cardoso disse...

Meus queridos aparentemente heterossexuais

Acho imensa graça ao estúpido abuso das “grandes verdades” que vocês dizem acerca das mulheres, generalizando, e diminuindo assim, o que de mais importante existe nas vossas vidas: AS MULHERES!Parece-me que não têm a vossa sexualidade resolvida, ou então são seres verdadeiramente limitados...
Meus queridos aparentemente heterossexuais, se vamos generalizar, podemos fazê-lo para os dois lados.

Mulheres que só sabem falar de culinária e puericultura = Homens que só sabem falar de futebol, carros e gajas boas

Mulheres que comentam as suas experiências sexuais com as amigas = Homens que se gabam (as comeram e as que não comeram) aos amigos

Meus queridos aparentemente heterossexuais, tenho algumas novidades para vos contar, existem mulheres que sabem falar sobre outros temas, como política, ficção científica, física nuclear, economia, etc.
Quando as experiências sexuais são debatidas com as amigas, o objectivo é só um aprofundar os conhecimentos em relação à matéria, e então com todo o conhecimento atingir orgasmos múltiplos… ops! Desculpem! Claro que vocês não sabem o que isso significa
Sugiro então que esclareçam de uma vez por todas a vossa sexualidade ou então, saiam dessa vossa vidinha medíocre, alarguem os vossos horizontes e conheçam mulheres interessantes.

Sara Ferreira disse...

Sr.André e Sr.João Pinto fiquem sabendo que nós as MULHERES trabalhamos com as 2 partes do cérebro ou seja o hemisfério norte e o hemisfério sul. E os homens só com uma parte do cérebro, está provado cientificamente. Logo eu compreendo que voçês homens não consigam acompanhar as MULHERES. Quando as colegas do Sr. André iniciaram a conversa tão pouco interessante(para ele), o Sr. André que é homem e que só funciona com UMA PARTE DO CÉREBRO não conseguiu acompanhar o resto da conversa que deve ter sido muito interessante e poderia ter aprendido mais alguma coisa soubre nós MULHERES. Afinal para quem é um pouco machista deveria ficar contente com esse tipo de conversas.

Daniel disse...

Engraçado que com um único hemisfério cerebral eu saiba que se escreve "sobre" e não "soubre"..
Como é engraçado também que alguém venha acusar o autor do texto de estar a generalizar as mulheres para logo de seguida usar este argumento :
"porque vocês homens, puro e simplesmente fogem as simples tarefas que são puericultura e culinária" o que evidentemente não é estar a generalizar
os homens..devo ser eu a fazer confusão,provavelmente resultante do uso do meu solitário hemisfério cerebral.
Há mulheres interessantissimas com quem podemos passar horas a fio a conversar parecendo que passaram apenas segundos,o mesmo se aplicando aos homens.
Tal como há mulheres e homens que fogem "as simples tarefas que são puericultura e culinária" e outros que não o fazem..qualquer tipo de generalização é simplesmente ridiculo...

my 2 cents