segunda-feira, outubro 15, 2007

Não conseguia escrever, até que a vi...

Agora que estou a estudar a linguagem com uma abordagem científica, toda a minha criatividade, que imodestamente julgo possuir, parece ter desaparecido. Pelo menos tenho sentido grande dificuldade em passar para o "papel" os meus devaneios e encontros com os novos vizinhos.
Tudo o que escrevo agora parece-me errado.
Vou tentar ultrapassar a minha nova semantofobia (da semântica) e escrever.
Os meus novos vizinhos...
Bem, para além de uma rua pejada de transexuais a vender o corpo acabado de fazer e alguma chungaria, eu diria que a velha, cuja janela está de fronte à casa onde agora habito, é a mais maluca.
Se eu disser que esta senhora de idade gosta muito de varrer à noite, não será muito estranho; também poderia dizer que ela não pára quieta e anda sempre às voltas pela sala, o que também não seria muito estranho. O que é de facto peculiar, é que ela faz isto tudo nuazinha da silva e com as janelas todas abertas.
Esta senhora de idade e de alguma opulência, também gosta de pendurar as enormes mamocas à janela. E pendurar é o termo mais adequado.
Apesar de todo este cenário, eu e o meu comparsa coabitante (o dono da casa), não conseguimos tirar os olhos da janela. É uma espécie de curiosidade mórbida. Quem é que não sente uma enorme compulsão para ir ver o "talho" sempre que vê um acidente?
Claro que de todas as vezes que a vemos, exclamamos alto um AAAAAARRRGGGHHH!!! e continuamos com um "ca nojo!". Mas depois rimo-nos e comentamos que a velha deve ser doidivanas e esperamos que passe uma miúda gira na rua para purgar o sistema.
Devo dizer que a janela por onde vislumbramos todas estas magníficas cenas pertence ao quarto do meu caro amigo - vamos chamá-lo de J. -, e que por isso tenho acesso limitado a esta. Quaisquer questões em relação ao comportamento da naked old lady nas restantes vinte e três horas e trinta minutos, devem ser endereçadas à "National Cucugraphic - a/c J.".

7 comentários:

moimeme disse...

ahahahah

National Cucugraphic...

Avelã disse...

LOL, SEUS TARADÕES, TADITA DA VELHA, VIVE ESPERANÇADA QUE TU MEU ANDREZINHO LHE SALTES, PARA DENTRO DO QUARTO, QUAL PRINCIPE ENCANTADO.

André disse...

AAAAARRRRRGGGGHHHHHH!!!!!!!!!

trintona disse...

meu deus meu deus!!! o meu irmão é um depravado!!

André disse...

só eu???

trintona disse...

Não percebi! :P

André disse...

Tu percebeste! Não sabes é se me estou a referir a ti... ;-)
OK! Não te deixo no suspense. O J. tb estava comigo, logo não sou só eu o depravado.
Estás mais aliviadazita???